Franquias, nem sempre um bom negócio! Como?

em 2 junho | em Aurelio Luz Franchising Varejo, canais de vendas, formatação de franquias, Formatação de microfranquias, Franquias, multimarcas em franquias, venda de franquias | por | com Sem comentários

Por Marcio Tadeu Aurelio, diretor da Aurelio Luz Franchising & Varejo 

Consideradas por muitos a forma mais segura de ter o próprio negócio, as Franquias seguem em ritmo de crescimento. Tal crescimento deve-se, sobretudo, ao senso empreendedor do brasileiro.

Muitos investidores acreditam que, com um modelo já testado, o investimento, embora algumas vezes maior, quase sempre proporciona retorno. Mas sabemos que na prática não é bem assim. Como qualquer outro empreendimento, uma Franquia requer alguns cuidados e muito planejamento. E o primeiro problema a ser enfrentado pode ser o excesso de otimismo.

Muitas vezes, quem resolve abrir uma Franquia aposta em um retorno rápido do investimento, o que de fato não ocorre na velocidade esperada. Este otimismo é comum e está ligado ao fato de muitas pessoas procurarem Franquias de marcas já conhecidas e consolidadas no mercado. Decisão que realmente facilita o sucesso, contudo não garante.

Como qualquer negócio, é preciso que o novo Franqueado elabore um Plano de Negócios, no qual deve ser identificado o tempo para retorno e valor do investimento, além de como serão obtidos os recursos e qual a necessidade de capital de giro.

E aí vale a pena perguntar: Você tem aptidão para o tipo do negócio escolhido? Qual é o seu perfil? Está no ramo que gostaria? Perguntas simples e de caráter não técnico podem definir a abertura ou não de determinada Franquia. Não adianta investir em algo que pareça vantajoso em um primeiro momento, mas que depois pode se tornar penoso. Não basta ser empreendedor, é necessário gerir o negócio com muita dedicação e paixão.

Há também alguns aspectos técnicos que devem ser relevados por quem quer investir no segmento. Antes de abrir uma Franquia, devemos buscar respostas para as seguintes perguntas: Este negócio é auto-sustentável ou replicável? Em quais tipos de mercado vou atuar? Qual o tamanho desse mercado? O negócio depende da minha expertise ou de outras pessoas para funcionar? São necessárias condições específicas para que o negócio prospere ou tais condições estão presentes no mercado?

Respondidas as perguntas, é preciso verificar como está o posicionamento da marca no mercado, qual o suporte e ferramentas a rede vai prover. Para tanto é preciso coletar informações financeiras em relação à Franqueadora, buscando identificar a estrutura necessária de equipe e infra-estrutura.

Caso após a identificação de todos os itens, se conclua que o negócio é bom para o investidor, começa o trâmite jurídico e documental, que também requer paciência. Para abertura de uma Franquia, a Franqueadora tem obrigação legal de apresentar ao interessado a C.O.F. (Circular de Oferta de Franquia), a qual deve conter de forma detalhada as obrigações da Unidade Franqueada e da Franqueadora, como o pagamento de royalties, ferramentas e suporte oferecido, modelo de prestação de contas, verbas de marketing entre outros.

Após aprovação da C.O.F., é elaborado um contrato definitivo e, só após o trâmite jurídico, é que as operações podem ser iniciadas. O mais importante é saber que o investimento em Franquias

Riscos e possibilidades andam juntos. A linha que separa o sucesso do fracasso é tênue. Pense nisso! uma grande oportunidade de crescer. não difere muito do investimento em outro tipo de negócio.

Baseado em artigo de Marcelo Teixeira Cossalter

Lênia Luz

Lênia Luz é Sócia-fundadora e Diretora de Comunicação da Aurelio Luz Franchising & Varejo. Fonoaudióloga, psicomotricista e arteterapeuta; especialista em comunicação humana. Consultora especialista em Microfranquias pelo Instituto Tomodati/BID. Especialista em Empreendedorismo pela FGV/Goldman Sachs, através do projeto “10.000 Mulheres Empreendedoras do Mundo”. Participante da Oficina de Gestão e Empreendedorismo da UFPR. Certificada pela IFA International Franchising Association. Professora Titular do MBA em Empreendedorismo Feminino da UFSCar. Professora da Universidade Livre do Comércio, da Associação Comercial do Paraná e de Gestão Executiva de Bares e Restaurantes na Espaço Gourmet Escola de Gastronomia. Articulista e palestrante em eventos de franchising e empreendedorismo feminino. Criadora dos blogs “Empreendedorismo Rosa”, “Mundo das Franquias” e “Mundo das Microfranquias”. Colunista dos blogs/sites “Bolsa de Mulher”, “Mulheres no Poder”, “Revista + Mulher” e “Portal Webnews – Japão”. Colunista do blog Mulheres Empreendedoras, da revista PEGN – Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Ver outras postagens - Site - Twitter

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Scroll to top